Posts

INPE substitui modelos matemáticos nacionais utilizados na previsão do tempo  por modelo dos EUA
Gino Genaro (*)

Desde o dia 1° de agosto de 2018 o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), passou a utilizar um novo modelo matemático nas suas análises de previsão de tempo e clima. Este novo modelo, chamado WRF (Weather Research and Forecasting Model), foi cedido por agências dos Estados Unidos e adotado em substituição ao modelo BRAMS (Brazilian Developments on the Regional Atmospheric Modeling System), o qual, apesar de também ter sido desenvolvido no estrangeiro, vem sendo adaptado, melhorado e ajustado há anos por pesquisadores do INPE e de outras instituições científicas.

Fato é que a forma como a decisão sobre a troca de modelos no CPTEC foi adotada tem causado muitos protestos tanto de membros da comunidade técnico-científica, quanto da comunidade de usuários do modelo BRAMS (veja AQUI matéria a este respe…
Temer entrega Programa Espacial aos militares e esvazia AEB por meio de decreto ilegal
Gino Genaro*
Por meio do Decreto n° 9.279, de 06/02/2017, o presidente Michel Temer criou o chamado Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB), com o objetivo de "fixar, por meio de resoluções, diretrizes e metas (...) a potencialização do Programa Espacial Brasileiro e supervisionar a execução das medidas propostas para essa finalidade". O Comitê terá como composição o chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, gal. Sergio Etchegoyen, como coordenador, o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o ministro da Defesa, gal. Joaquim Silva e Luna, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão,  Dyogo de Oliveira, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, e o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.
No entanto, compete à Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia federal criada pela Le…
CIPA do INPE é regulamentada dando pouca margem a autonomia e representatividade
Gino Genaro (*)
A direção do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) emitiu no último dia 26 de fevereiro a Portaria n° 38/2018/SEI-INPE, regulamentando a composição, atribuições e o funcionamento da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do Instituto. Apesar de, na prática, a Comissão já existir na instituição há vários anos, esta é a primeira vez que a mesma se torna oficialmente regulamentada.
Infelizmente, o que deveria ser um ato administrativo a ser comemorado, haja vista a relevância e importância de tal comissão para a segurança da comunidade do INPE, tornou-se um motivo de preocupação, colocando-se em dúvida a necessária autonomia e representatividade do colegiado, em função da excessiva concentração de poder na pessoa de seu presidente, a quem caberá, individualmente e de forma discricionária, "dimensionar a CIPA de acordo com as necessidades de segurança e prevenção a a…